Ser dependente químico traz diversos prejuízos, inclusive a morte

  • Posted on setembro 19, 2011 at 0:02

Nos últimos 50 anos, famílias de todo o mundo tem sofrido com dependente químico e conscientizaçãoaquele que é dependente químico, onde ficaram tristes exemplos do que as drogas podem fazer no organismo do ser humano. Astros do mundo do cinema se entregaram ao vício, estrelas da música pop fizeram seus fãs chorarem amargamente por escolherem um caminho sem volta, onde desejavam ficar “acesos” ou “turbinados” por mais tempo, ou seja por noites de shows e gravações. Mas buscar a fama desta maneira sempre custará caro.

No dia 16/08/1977, o mundo inteiro acompanhou o velório de Elvis Aarondependente químico e busca por ajuda Presley, onde aquela geração viu ir tão prematuramente seu grande ídolo, isto é com apenas 42 anos. Elvis não era conhecido por ser um dependente químico de drogas pesadas, como cocaína, maconha, Heroína, entre outras. No entanto, para conseguir acompanhar suas longas turnês, gravações de discos, entrevistas, filmes, entre outros, usava medicamentos o mantinha mais ativo. Mas a mesma química que provisoriamente trouxe “benefícios” a sua carreira, trouxe a ele danos irreversíveis.

Foram vários os e as celebridades que vieram a falecer por ser usuário dependente químico e medode diversos tipos de drogas ou por ser dependente químico de modo geral, mas de forma semelhante a Elvis Presley, Michael Jackson também não foi usuário das drogas mais conhecidas, mas usou durante muito tempo remédios que normalmente deveriam ser usados de forma ocasional, onde até então, seu médico vem sendo questionado sobre que tipo de “remédios” Michael Jackson vinha usando antes de sua morte no dia 25/06/2009. Isto nos deixa um grande alerta, de que não podemos nos tornar em viciados em farmácia, pois muitas drogas legais podem matar bem mais rápido que as ilegais. Pense nisto!

Deixe uma resposta