Filmes brasileiros precisam ser mais admirados

  • Posted on março 8, 2013 at 11:49

No ano de 2012 ficamos na expectativa se na maior premiação do cinema mundial, a animação brasileira “Rio” levaria o Oscar de melhor canção, o que infelizmente não ocorreu, causando a indignação de muitos. Mas na realidade os próprios brasileiros não costumam valorizar as produções cinematográficas de sua pátria, pois dizem que os filmes brasileiros não chegam

aos pés daqueles idealizados em Hollywood. Porém precisamos aprender que não é só de efeitos especiais, que se analisa um filme, mas também pelo seu roteiro e desempenho dos atores.

Vamos citar aqui vários filmes brasileiros que podem ser usados em escolas e faculdades, sendo que o corpo docente pode de várias maneiras usar estas produções e convidar o aluno a desenvolver o intelecto. Podemos citar de início “Os narradores de Javé”, onde em sua essência nos mostra que uma mesma “verdade” pode ser apresentada de várias maneiras. Quando se trata de corrupção entre as ONGs e a política nacional, recomendamos aos professores um filme muito inteligente intitulado “Quanto Vale ou é por Quilo?”. Esta produção faz um belo paralelo com o Brasil Colônia e com a continuidade da injustiça no meio social após séculos do “fim” da escravidão. Para aqueles que pretendem falar de incentivo profissional ou lição de vida, recomendamos “O Contador de Histórias”, onde um menino após anos estadia na FEBEM é adotado por uma pedagoga francesa, sendo que ambos terão sérias dificuldades de relacionamento, realmente vale à pena assistir. Sabemos bem que temos vários filmes brasileiros que retratam boa parte da realidade de nossa sociedade, como “Tropa de elite I e II, Cidade de Deus, entre outros, mas é preciso que os professores tenham cuidados com a apresentação de tais filmes, segundo a sua faixa etária, devido ao vocabulário usado nos mesmos.

Deixe uma resposta