Estudos da bíblia precisam ser feito de forma dinâmica, sincera e humilde

  • Posted on abril 8, 2012 at 20:47

Apesar da bíblia continuar sendo o livro mais vendido no mundo, o número de seus leitores diminuem a cada dia, pois não acham atrativa a leitura, preferem dar atenção a livros de romance, ficção, auto ajuda, enquanto outros passam horas em sites de relacionamento e não se dedicam a leitura nenhuma. Os estudos da bíblia podem ser feitos de maneira que a leitura se torne mais dinâmica, afinal a desculpa da maioria dos que não a lêem é de que ao chegarem nos livros de Números e I e II Crônicas o estudo se torna enfadonho devido a tantos nomes e genealogias.

A bíblia é dividida em livros com características diferenciadas, como podemos notar os 18 primeiros livros contém relatos históricos desde a criação do homem e seu relacionamento com ele, os 4 livros seguintes mostram poesia em sua essência, sendo os livro de salmos os mais conhecidos e citados. Na sequência temos 17 livros proféticos, que vão desde Isaías até Malaquias, onde são citadas predições relacionadas à vários acontecimentos comprovados pela história, e predições relacionadas aos nossos dias. Os estudos bíblicos prosseguem na parte chamada de Novo Testamento com 4 escritores relatando sobre a vida e os feitos de Jesus Cristo. E finalmente vemos uma sequência de cartas de admoestações entre os líderes da Igreja Cristã, encerrando com um dos livros mais polêmicos da história, o Apocalipse. Apesar de ser um livro escrito em época diferente dos demais livros proféticos, ele forma um belo quebra cabeça com as profecias de Daniel.

 

 

Para quem pretende fazer estudos bíblicos precisa ser honesto consigo mesmo e aceitar todo o relato bíblico, pois é preciso estudar o Velho Testamento para ter maior compreensão do Novo Testamento, principalmente da missão de Cristo a este mundo.

 

Deixe uma resposta