Histórias de Jesus podem transformar a personalidade de todos nós

  • Posted on janeiro 19, 2012 at 1:20

No passado viveu um homem em Israel chamado Jesus, ele foi chamado por seus contemporâneos de Rabi (que quer dizer mestre), profeta, OHistórias de Jesus trazem grandes lições messias, O Cordeiro de Deus, O Cristo, mas mesmo antes de nascer já haviam profecias a seu respeito onde os profetas o chamavam de O Desejado de todas as nações, O Santo de Israel, O Ungido, Emanuel (que significa “Deus conosco”), Leão da tribo de Judá, entre outros. Mas é através dos escritores Mateus, Marcos, Lucas e João, que as histórias de Jesus foram preservadas, afinal dois deles (Mateus e João) foram seus discípulos e vivenciaram seus feitos e ensinos.

Na atualidade, historiadores, antropólogos, sociólogos e cientistas, oHistórias de Jesus nos comove consideram como filósofo, líder político, um revolucionário, apenas um homem comum, ou quem sabe um personagem fictício. Mas é de forma ferrenha que religiosos e cientistas cristãos defendem a idéia de que as histórias de Jesus além de serem verdade, trazem consigo grandes lições de vida que nunca deixarão de servir de exemplo a toda a humanidade.

Quando analisamos as histórias de Jesus, em todas elas vemos a sua habilidade em fazer as pessoas pensarem em seus atos e palavras, como no caso de um grupo de homens mal intencionados que desejavam fazer ele entrar em contradição através da seguinte pergunta: “Mestre, é lícito pagar impostos à César? Se a resposta fosse não ele seria acusado de sonegador de impostos ao imperador romano, mas se fosse sim, seria acusado por eles de traidor por submissão ao imperador que não fazia parte de seu povo. Sendo assim, com calma e sabedoria lhes respondeu: “Dai à Cesar o que é de Cesar e à Deus o que é de Deus.” Tal resposta fez com que os comissionados voltassem sem argumentos de onde vieram.

Em várias histórias de Jesus vemos ele lutando contra o preconceito existente em seu período, onde os leprosos, prostitutas, cobradores de impostos, aleijados, cegos, entre outros eram vistos como classe amaldiçoada por Deus. Na realidade sempre foi sua intenção acabar com as tradições estabelecidas pelos antigos líderes em Israel, para seguir realmente os preceitos divinos e não interesses políticos e lucrativos. A vida de Jesus é o único e perfeito exemplo em que realmente deve ser seguido pela humanidade, pois a pesar de ser desprezado não desprezou, mesmo não sendo aceito pela maioria não deixou de falar a verdade, e ao ser odiado Ele amou.

 

Deixe uma resposta