Homens bíblicos que deixaram histórias para o nosso aprendizado

  • Posted on maio 3, 2012 at 1:51

Infelizmente existe um número grande de pessoas que desacreditam no relato bíblico e não aceitam que foi Deus que inspirou homens a escrevê-las, pois o motivo que leva estes críticos das escrituras a pensarem assim é a vida e comportamento de modo geral dos homens bíblicos. Muitos deles foram assassinos, adúlteros, mentirosos, ladrões, prostitutas, enfim, tudo o que uma sociedade considera como escória, mas mesmo assim Deus fez deles seus instrumentos.

Abraão que está entre os homens bíblicos mais conhecidos e respeitado, tanto pelo Islã quanto pelo cristianismo, se mostrou fraco em vários momentos de sua vida desobedecendo a vontade divina ao mentir que sua esposa era sua irmã, quando tomou sua serva Agar como esposa, aderindo assim a poligamia, o que nunca foi da vontade de Deus. Mais tarde este patriarca colheu os frutos de sua escolha, teve que despedir o próprio filho, onde dos ismaelitas viriam surgir o povo Árabe, que infelizmente não se tornaram um só povo com os judeus. O interessante que Abraão é conhecido como o pai da fé, afinal após anos de experiência com Deus, ele foi chamado para uma prova que demonstraria a sua mudança total de vida, oferecer o que ele tinha mais de precioso a Deus, o filho que ele tanto quis ter com Sara, mas Deus não o abandonou mostrando que ele não desampara seus filhos.

 

 Quando analisamos as vidas de José do Egito e Daniel, vemos nestes homens bíblicos, grandes exemplos de vida, pois foram tirados à força de suas famílias e teriam todos os motivos para se revoltarem contra Deus, mas mesmo como prisioneiros em terra estranha, nunca se esqueceram do seu Deus, se mantiveram fiéis em meio às provações e calúnias ditas contra eles, onde mais tarde Deus os recompensou com lugares de honra. Os homens da atualidade, principalmente os jovens deveriam de meditar mais na história de José no livro de Gênesis cap. 37 ao capítulo 50, onde ele foi tentado, mas recuava de fazer o mal e Deus fazia ele prosperar em tudo.

Na realidade o comportamento dos homens bíblicos, nos revelam diversas lições, onde vários deles embora caíssem em erro e pecado, pediam socorro e misericórdia divina de modo que alcançaram seu perdão. Já outros preferiram seguir em rebeldia até o triste fim de suas vidas. Podemos citar como exemplo dos que alcançaram misericórdia, apesar de seus erros, Jacó, Sansão, Davi, Pedro que negou o próprio Cristo, mas se arrependeu e Jesus o perdoou, entre outros. Mas infelizmente a bíblia mostra exemplo de homens que permaneceram no erro até a morte, como o rei Saul, Acabe, Eli, Balaão, e muitos outros. Talvez o maior exemplo de desobediência e rebeldia tenha sido Judas, afinal tanto ele quanto Pedro, estiveram na mesmo posição, pois ambos traíram Cristo, um por dinheiro e outro por negar que não o conhecia e o abandonar como discípulo, mas o que os diferenciou foi que Judas sentiu remorso pelo que fez e buscou “refúgio” no suicídio, mas Pedro se arrependeu amargamente e buscou refúgio no perdão do Filho de Deus.

Deixe uma resposta