Quem foi João Batista segundo as palavras do próprio Jesus Cristo

  • Posted on abril 16, 2012 at 18:37

Diversos homens desempenharam o papal de profeta no Velho Testamento, mas quando analisamos quem foi João Batista, ele é visto não somente como um dos profetas do novo testamento, mas ele recebeu uma tarefa especial, isto é, sua missão era diferente de todos os profetas que passaram antes e depois dele. O próprio Cristo referindo-se a ele disse: “Em verdade vos digo que, entre os que de mulher tem nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista”, e curiosamente Jesus acrescenta “mas aquele que é menor no reino dos céus é maior do que ele”(Mateus 11:11). Vamos estudar neste artigo sobre esta declaração aparentemente estranha da parte de Cristo.

Antes mesmo do nascimento deste profeta, aproximadamente 400 a.C, o profeta Malaquias último mensageiro do Velho testamento, profetiza a vinda de João Batista da seguinte forma: “Eis que vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor; E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos aos seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição”(Malaquias 4 versos 5 e 6). Estas palavras foram as últimas do velho testamento, e elas mencionam Elias, mas segundo o relato bíblico Elias foi levado ao céu em uma carruagem de fogo. Sendo assim, para entendermos melhor quem foi João Batista, Jesus explica esta passagem da seguinte maneira: “E se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir” (Mateus 11:14). Aqui vemos Cristo deixando bem claro que Malaquias usou uma figura de linguagem para descrever João Batista, pois ele foi chamado de Elias porque teve tarefa semelhante a de Elias, chamar seus contemporâneos ao arrependimento.

 

Nos dias do profeta Elias Israel era governado pelo rei Acabe, e este influenciado por Jezabel, levou a maior parte do povo à apostasia. Elias foi chamado para denunciar os pecados de Israel, principalmente os de Acabe e Jezabel, o que não foi tarefa fácil para o profeta. Independente dos perigos Elias levou avante sua tarefa, inclusive sob ameaça de morte até ser tomado ao céu. João Batista em seu ministério de forma audaciosa também condenou os pecados do rei Herodes, que sabia muito bem de seus erros, mas cedeu ao macabro pedido de Salomé, que foi a cabeça de João Batista como presente. Infeliz mente João Batista não pôde viver para ver o ministério terrestre de Cristo, neste sentido é que Jesus disse que o menor no os céus seria maior do que ele, pois outros tiveram o privilégio de acompanhar o Messias.

 

Deixe uma resposta